Domingo, 9 de Março de 2008

A Inês e as borboletas

Era uma vez uma menina chamada Inês.

Um dia, ela foi passear e encontrou duas borboletas. Começou a correr atrás delas mas elas esconderam-se atrás de umas flores.

A Inês estava à procura das borboletas e elas não paravam de rir.

As borboletas riram-se mais alto e a Inês encontrou-as. Mas estava muito cansada e não conseguiu apanhar as borboletas porque elas começaram a voar.

Resolveu ir para casa e, no dia seguinte, foi ver se as borboletas ainda lá estavam.

Uma borboleta disse para a outra:

- Não temos sossego! Ela vem logo de manhã atrás de nós. É que não há mesmo sossego! Temos de fazer alguma coisa.

E a outra perguntou:

- O que é que vamos fazer?

A outra respondeu:

- Quando ela vier para nos apanhar nós fazemos de conta que nos deixamos apanhar e depois desviamo-nos. ela cai no chão e assim podemos fugir dela.

A outra disse:

- Eu não acho boa ideia.

- Porquê? - perguntou a outra.

- Porque podemos aleijá-la.

- E então? Tens algum plano?

- Não, deixamo-nos ser apanhadas.

A Inês apanhou as borboletas e levou-as para casa. Ao princípio, elas não estavam a gostar mas, no fim, estavam todas felizes.

Francisco

publicado por turmadapiedade às 10:56
| comentar | favorito

A estrelinha amarela

Era uma vez uma estrelinha muito pequena que era amarela.

Um dia, ela foi para o céu para conhecer mais estrelinhas.

Estavam dez estrelinhas no céu e a estrelinha amarela perguntou-lhes se queriam ser amigas dela e uma estrelinha disse:

- Nós não queremos ser tuas amigas porque nós somos azuis e tu és amarela.

Então a estrelinha amarela pensou, pensou e pensou até que teve uma ideia.

Foi a uma casa que estava a ser pintada e mergulhou na tinta azul.

Voltou para o céu e disse:

- Agora já posso ser vossa amiga.

E a outra estrelinha disse:

- Sim, podes ser nossa amiga.

Um ano depois, a estrelinha que era amarela e agora azul viu que elas,afinal, não eram amigas dela porque só lhe queriam fazer mal.

Então, foi para outra nuvem e encontrou dez estrelas que eram de várias cores.

Estas estrelas quiseram mesmo ser amigas da estrelinha amarela e não queriam faze-lhe mal.

Marco António

publicado por turmadapiedade às 10:44
| comentar | favorito

Somos a Turma do 2º C da E.B.1 nº 5 de Belas do Agrupamento Escolas e J.I. Prof.Galopim de Carvalho


pesquisar

 

Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A estrelinha Guga

A baleia sem amigos

Branca de Neve (versão no...

A gibrafante que queria s...

O Natal

Falta uma rena

Os aprendizes do Pai Nata...

A minha ida ao Zoo

O meu avô

A rapariga misteriosa

O albatroz e a gaivota

O dragão

Um mundo engraçado

A armadilha

O cão e o osso

arquivos

Março 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

links

blogs SAPO